Não gosto de peixe. Quais alimentos com propriedades semelhantes posso consumir?

O peixe é um alimento muito nutritivo, pois fornece proteínas de alto valor biológico e gorduras saudáveis.
Geralmente, o consumo de peixe está relacionado à boa saúde cardiovascular. Isso se deve às gorduras poliinsaturadas essenciais presentes nos peixes azuis (salmão, atum, arenque, cavala, sardinha, anchova, congrio, etc.). Entre estes ácidos graxos essenciais, o ômega 3 ganha destaque em virtude dos benefícios de seu consumo.

Outros alimentos muito saudáveis cujas propriedades são semelhantes às do ômega 3

Benefícios do Ômega 3

Entre os benefícios que o ômega 3 traz para a saúde, podemos citar:

  • Reduz o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, protege a saúde do coração e dos vasos sanguíneos.
  • É anti-inflamatório e útil no tratamento da artrite.
  • Diminui os níveis dos triglicerídeos e do colesterol LDL (“ruim”)
  • Reduz os níveis da pressão arterial.
  • Exerce um efeito antitrombótico, isto é, evita a formação de coágulos no sangue, os quais podem causar infarto ou acidente vascular cerebral.
  • Previne a aterosclerose, um processo caracterizado pela formação de placas de ateromas dentro das artérias, o que provoca um endurecimento dos vasos sanguíneos. Se os placas crescerem demais, pode causar obstrução.
  • Protege a saúde cerebral e evita a deterioração cognitiva.

Que outros alimentos contêm ômega 3?

Frutas secas (nozes, amêndoas, pistache, avelã, castanhas), sementes (principalmente de chia, girassol, abóbora e linhaça), soja, gema de ovo e algumas algas são fontes alimentares importantes de ômega 3 e podem fornecer os mesmos benefícios que o consumo de peixes e mariscos.

A indústria alimentícia também enriqueceu vários alimentos com ômega 3. Nas gôndolas do supermercado, é possível encontrar laticínios, margarina, leite de soja, suco de frutas, pães e alimentos para bebês enriquecidos com ômega 3.
Por outro lado, existem suplementos alimentares feitos a partir de ômega 3 e elaborados à base de óleo de peixe (que não tem gosto de peixe) ou de sementes de chia e/ou linhaça.

Outros alimentos muito saudáveis cujas propriedades são semelhantes às do ômega 3

Existem outros alimentos com propriedades semelhantes às do ômega 3. A seguir, listaremos exemplos de outros alimentos que protegem o coração, o cérebro e os vasos sanguíneos. Também citaremos fontes alimentares que servem para reduzir os níveis do colesterol LDL (“ruim”) e outras que combatem inflamações.

• Antioxidantes: estes componentes alimentares neutralizam os radicais livres que danificam as células e aceleram o envelhecimento e o surgimento de doenças, inclusive as cardiovasculares. Os antioxidantes evitam a oxidação das partículas de colesterol LDL, um processo que forma as placas ateromatosas. Portanto, se você não gosta ou não pode consumir peixe porque é alérgico, consuma alimentos ricos em antioxidantes para cuidar do coração e dos vasos sanguíneos.

Os alimentos mais ricos em antioxidantes são: frutas vermelhas (mirtilo, morango, framboesa), frutas cítricas, vegetais verdes, vermelhos e alaranjados (espinafre, tomate, cenoura), azeite de oliva extra virgem, abacate, sementes, alga spirulina, entre outros.

• Gorduras monoinsaturadas: este tipo de gordura ajuda a reduzir os níveis de colesterol LDL, exatamente como o ômega 3. As fontes alimentares de gorduras monoinsaturadas são: azeitona, azeite de oliva extra virgem, abacate, frutas secas e óleo de canola.

• Fibras solúveis: presentes em alimentos como aveia, legumes, frutas cítricas, maçã, pera, cenoura e abóbora, para citar alguns, as fibras solúveis captam o colesterol dos alimentos, que ficam presos em sua estrutura. Assim, a substância é eliminada nas fezes juntamente com as fibras.

• Anti-inflamatórios: uma das principais propriedades do ômega 3 é a de agir como anti-inflamatório. Existem outros alimentos que reduzem inflamações, como cúrcuma, vegetais de folhas verdes, frutas secas, azeite de oliva, frutas vermelhas, gengibre e alho.

Deixe uma resposta